Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
Rua Décio Antonio Balestra
Webline Sistemas

Agudos foi a terra natal de Balestra. Ele nasceu no município em julho de 1924 e passou toda a sua vida trabalhando e atuando na sociedade agudense. Foi por aqui que ele se encontrou com Emília e casou-se com ela. Desta união, surgirão dois filhos, Carlos e Cristina. Cartorário, ele trabalhou durante 35 anos como oficial do cartório de registros de imóveis e anexos. Os papeis fizeram parte do seu dia a dia, assim como constante a Judá a pessoas mais simples.

Até mesmo no cartório, muitas vezes se desligava dos lucros para dar uma colaboração aqueles que não tinham condições de arcar com despesas cartorárias. Do âmbito do trabalho a ajuda se estendia a entidades filantrópicas da cidade. Balestra colaborou durante muito tempo com a polícia mirim através de fornecimento de bolas, uniformes e contribuições financeiras. Também teve atenção especial para com o lar da criança Agudense. Conta-se ainda que, para ajudar os engraxates, ele engraxava seus sapatos freqüentemente e pedia a todos os funcionários do fórum que fizessem o mesmo.

Balestra faleceu em outubro de 1975 e uma homenagem lhe foi dada. É a rua que começa na Av. Celidônio Netto e termina no início da rua Dilson Silva Oliveira, pertencente  ao Jd. Santa Terezinha.