Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
Data: 03/05/2012 Hora: 09:00:00
Jardim Márcia
Webline Sistemas

É com prazer e alegria que vamos hoje falar sobre um bairro que, a despeito da grande maioria e constituindo-se numa grata exceção, no concerto urbano agudense, preenche todos os requisitos de um loteamento que deu certo. Séria e criteriosamente planejado obedecendo a todos os ditames das leis que regem o parcelamento do solo, o Jardim Márcia, numa síntese feliz, merece, sem nenhum favor, o qualitativo de modelar, sob todos os aspectos.

Favorecido por uma magnífica topografia, seus idealizadores – inteligentemente – muito bem souberam unir útil ao agradável proporcionando, mercê de seu traçado elaborado, aos moradores e todos quantos por ali transitem, um visual impar e aprazível.

Plano e situado numa região elevada, os horizontes que descortina são de rara beleza, do mesmo podendo ser apreciada boa parte das verdejantes e floridas matas da Serra dos Agudos, bem como bosques de faveiros e as florestas de Pinus que existem nas cercanias.

O Jardim Márcia é parte integrante daquilo que foi, até passado não muito remoto, uma gleba rural, uma pequena fazenda, adquirida pelo Sr. Manoel Mictimassa Kuninari e sua esposa, Da. Tomiko Goto Kuninari junto ao Sr. Ulisses Perrenaud Junior. Os sonhos e ideais deste brilhante casal, que engrandece e enobrece sobremodo a colônia japonesa, da qual orgulhosamente descendem, prenunciavam, desde o inicio, as boas novas que estavam propensos, tanto assim que, quase de imediato, fixaram residência na nova propriedade.

A exemplo do dinamismo, entusiasmo e progresso que para sempre notabiliza como capitães de empresa e campeões no Comércio de Agudos, não tardou para que então o concurso do filho Julio, formado engenheiro, dessem inicio e feições a magnífica empreitada. Ruas, avenidas, lotes e logradouros foram tomando e melhor aformoseando os espaços antes ocupados por pastagens e plantações de café já antigas, dando espaço para o asfalto e a iluminação publica, além de dezenas de bem construídas residências, as quais tiveram imediata aceitação e passaram a ser habitadas. Os lotes remanescentes foram alvo de inusitada procura, sendo comercializados com incomparável rapidez sendo rara que haja algum ponto que não tenha construção ou obra em andamento.

O jardim Márcia, atualmente, goza da preferência e atrai pessoas de todas as idades para os costumeiros passeios e caminhadas de manhã ou fim de tarde. Residencial por excelência, acolhedor pouco assoberbado pelo tráfego de veículos automotores, pavimento de primeira linha e velas vistas são os principais atrativos. No fecho desta singela abordagem cumpre-nos parabenizar o Jardim Márcia por tudo o que ele significa, extensivo aos seus moradores e sobretudos aos idealizadores pelo empreendimento, cujos nomes ficarão perenizados na história e gratidão do povo de Agudos.

 

Enviar esta notícia para um amigo

Reportar erro